Estudos Anuais

O Fórum Desenvolve Londrina publica estudos anuais com temáticas baseadas nos indicadores de desenvolvimentos de Londrina. Clique nos cadernos temáticos para interagir com nossas propostas e soluções.

2021

SENTIMENTO PÉ VERMELHO: PERTENÇO A LONDRINA, LONDRINA ME PERTENCE

Propostas e soluções para que o sentimento de pertencimento dos londrinenses seja um indutor de ações de engajamento

SENTIMENTO PÉ VERMELHO

2021

PERTENCIMENTO COMO INDUTOR DE ENGAJAMENTO

A temática trata da importância do sentido de Pertencimento para o Engajamento do londrinense em relação às causas relevantes para a cidade. Foram discutidos os conceitos que definem essa sensação de “pertencer” a um lugar e como isso influencia as decisões quanto a contribuir efetivamente para o desenvolvimento da comunidade. 

2020

TALENTOS E INOVAÇÃO PARA LONDRINA

Londrina foi construída a partir da atração de empreendedores. Ao se transformar em cidade universitária, passou a “produzir” talentos, mas nem sempre consegue retê-los. O Estudo buscou entender o cenário e, entre as sugestões está a de atrair empreendimentos inovadores para o município e adequar currículos acadêmicos.                                            

2019

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DE CIDADES

O Estudo aborda a essência do papel do Fórum: pensar o futuro. Analisando as experiências de planejamento de Londrina e casos de sucesso de outras cidades, propostas foram feitas para participação da sociedade e acompanhamento de indicadores confiáveis. O MASTERPLAN foi construído após o lançamento do Estudo.      

2018

ECONOMIA
CRIATIVA

Um aspecto particular do uso econômico da criatividade é o que se convencionou chamar de Economia Criativa. Ao estudar o comportamento desse setor em Londrina, o Fórum buscou identificar em que áreas a cidade se mostra mais competitiva e qual a contribuição que os setores podem dar para o desenvolvimento da cidade.                                                   

2017

CIDADES INTELIGENTES

Ao abordar o tema, o Fórum buscou identificar o quanto já caminhamos e o que falta para nos tornarmos uma “Cidade Inteligente”. Entre as diversas propostas, duas merecem destaque: definição do Planejamento Estratégico e organização de sistema de Governança que garanta a participação da sociedade e a conexão entre as pessoas e entidades.                                                 

2016

CAMINHOS PARA O DESENVOLVIMENTO

O foco em Gestão Pública levou o Fórum a apresentar diversas sugestões para que o setor público se tornasse um instrumento positivo para desenvolvimento local. Merecem destaque a maior integração entre as entidades públicas e melhor aproveitamento do conhecimento produzido e acumulado em Pesquisa e Ensino Superior disponível.                                

2015

GESTÃO PÚBLICA

O foco em Gestão Pública levou o Fórum a apresentar diversas sugestões para que o setor público se tornasse um instrumento positivo para desenvolvimento local. Merecem destaque a maior integração entre as entidades públicas e melhor aproveitamento do conhecimento produzido e acumulado em Pesquisa e Ensino Superior disponível.                                

2014

INDUSTRIALIZAÇÃO DE LONDRINA

O tema considerou a constante redução do valor adicionado pelo setor industrial na geração do Produto Interno Bruto de Londrina.  Duas das principais sugestões foram a prioridade à implantação de Parques Tecnológicos e Parques Industriais e a simplificação dos processos de atração e instalação de novas indústrias.                                                                                                  

2013

RESÍDUOS SÓLIDOS

Embora a percepção predominante entre os londrinenses seja de que a coleta de lixo é um aspecto positivo na gestão da cidade, a disposição dos resíduos coletados é insuficiente. O Estudo mostrou a necessidade de se implementar o Plano Municipal de Resíduos Sólidos (PMRS) com ênfase em processos educacionais de conscientização da população. 

2012

A SAÚDE EM LONDRINA

Reconhecendo que o desenvolvimento local e a qualidade de vida são inatingíveis sem uma adequada condição de saúde, o tema se mostrou essencial para o alcance da visão de futuro do Fórum. Entre as propostas apresentadas destaque para a família como forma de atuação e para o uso intensivo de inovações na área de Tecnologia da Informação.

2011

O ADOLESCENTE EM CONFLITO COM A LEI

Dentro deste tema em que aspectos educacionais, sociais e de segurança pública interagem, o Fórum buscou estudar com profundidade o problema como se apresenta em Londrina, formulando propostas como mapeamento de famílias desestruturadas e a abordagem multidisciplinar da temática.                                                                                   

2010

TERCEIRO SETOR

No contexto do papel do Fórum, como incentivador da participação do cidadão em entidades da sociedade civil e inserção delas no processo decisório para definição e implementação de políticas públicas, o Terceiro Setor foi amplamente estudado com apresentação de sugestões para sua dinamização.                                                                         

2009

MOBILIDADE HUMANA

Pensando na qualidade de vida dos londrinenses, o Estudo focou a Mobilidade dos habitantes da cidade principalmente no que se refere ao trânsito de pedestres. Propostas importantes foram feitas sobre educação no trânsito, transportes coletivos e modernização tecnológica.                                                                                                                                                                                 

2008

DESENVOLVIMENTO EMPRESARIAL

Reconhecendo que o desenvolvimento econômico deve caminhar ao lado do social, o estudo da evolução empresarial do município é imprescindível para o atingimento de nossa visão de futuro. Foram apontadas soluções pontuais como melhoria da estrutura aeroportuária e enfatizada a importância do Planejamento Estratégico para Londrina. 

2007

EDUCAÇÃO

O Estudo analisa a Educação Fundamental em Londrina por ser o início da construção do Futuro. O foco é a busca de soluções com base em experiências de outras cidades e elaboração de propostas a serem implementadas como o Ensino em Tempo Integral e programas de envolvimento das famílias no processo educacional.